Taesa arremata lote 12 ao ofertar desconto de 38,8%

A Taesa arrematou o lote 12 do leilão de transmissão que acontece na sede da B3, em São Paulo. A companhia ofereceu Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 58,956 milhões para construir e operar a concessão. O montante corresponde a um deságio de 38,8% em relação à RAP máxima estabelecida para o empreendimento, de R$ 96.334.188,00.

A empresa superou outras cinco propostas, apresentadas por grupos como Neoenergia, Equatorial, Alupar, a indiana Sterlite e a espanhola Cymi. Os demais lances apresentavam descontos em relação à RAP máxima que variavam de 7,41% (Equatorial) a 35,29% (Sterlite).

Os empreendimentos do lote 12 fazem parte dos projetos que haviam sido arrematados pela Eletrosul em leilão realizado em 2014, mas que a companhia não conseguiu executar no prazo estabelecido e teve a concessão retomada. O lote é composto por quatro linhas de transmissão, além de outros trechos menores, somando 587 quilômetros de extensão, e duas subestações, a serem construídas no Estado do Rio Grande do Sul. Os empreendimentos exigirão investimentos de R$ 610 milhões e devem gerar 1.525 empregos diretos, segundo estimativas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A agência explica que o projeto visa à integração do potencial eólico do Estado do Rio Grande do Sul, especialmente na região de Coxinha de Santana. As obras têm prazo de 48 meses para serem executadas.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários