Equador expulsa embaixadora da Venezuela após polêmica sobre fluxo de imigrantes

O governo do Equador determinou a expulsão da embaixadora da Venezuela no país, Carol Delgado, dando prazo de 72 horas para que ela deixe o território equatoriano. Os laços entre os outrora aliados estão cada vez mais frágeis, no momento em que o Equador lida com o fluxo de imigrantes que fogem do colapso econômico e do governo autoritário do presidente Nicolás Maduro.

O Equador anunciou a decisão de expulsar a embaixadora após autoridades venezuelanas acusarem o presidente Lenín Moreno de mentir sobre o número de refugiados venezuelanos que entram no país. O governo Moreno afirmou que foram usadas “expressões ofensivas” no episódio.

O antecessor de Moreno, Rafael Correa, era um aliado próximo da Venezuela. Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários