Feasa apresenta comédia Apocalipse em Caruaru

Com cenário da cidade de Caruaru, Pernambuco, os voluntários do grupo de teatro Unindo Cultura & Solidariedade, da Feasa (Federação das Entidades Assistenciais de Santo André), aderiram o sotaque pernambucano e fazem os últimos ensaios da comédia Apocalipse em Caruaru. O espetáculo será apresentado no Teatro Municipal de Santo André, de 4 a 7 de outubro; e em seguida no Clube Atlético Aramaçan, dias 17 e 18, com ingressos a R$ 30, já à venda.

Apocalipse em Caruaru é uma adaptação de O Capeta de Caruaru, inspirada nos gêmeos da Comédia dos Erros e nas bruxas de Macbeth, de William Shakespeare. Referendado na literatura de cordel, o autor constrói a comédia no cenário do Nordeste brasileiro, em tempos difíceis com fatos estranhos e fantásticos. Sem dar spoilers, o diretor César Gustus afirma que as bruxas vão causar um reboliço em Caruaru. “Quem assistir ao espetáculo vai chorar muito… de rir”, afirma.

Apocalipse em Caruaru é a 22ª montagem do grupo, que pela primeira vez contará com a participação de um deficiente intelectual em cena. Será Michael Willians de Souza, 34 anos, frequentador da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), em Santo André, que faz o papel de um caruaruense. “A participação do Michael está totalmente ligada com os projetos que já desenvolvemos na Feasa; ele está se saindo muito bem e quem vier vai poder conferir ao vivo”, diz.

Espetáculo da literatura de cordel será apresentado em Santo André (Foto: Amanda Lemos)

O elenco, como tradicional, é composto por atores profissionais e amadores, que vão de donas de casa a profissionais liberais. Os convidados especiais deste ano são o chef de cozinha Arthur Sauer; a ex-BBB 18, Nayara de Deus; e o jornalista Gustavo Baena, que participam como voluntários. “É muito bom saber que esse pessoal com destaque na mídia dedicou seu tempo e carinho para que o projeto amplie e ganhe visibilidade”, acrescenta o diretor.

A ex-assistente de palco do Domingo Legal e atriz Alessandra Scatena, que também faz parte do espetáculo, conta que desenvolver o trabalho voluntário alimenta a alma e ajuda aos que mais precisam. “É bom morar na região e desenvolver um trabalho tão gostoso e gratificante por aqui. Contamos com a participação de todos para que o trabalho da Feasa continue”, comenta.

Bilheteria social
A expectativa é atrair com todas as apresentações mais de 2 mil pessoas. A bilheteria será totalmente revertida aos trabalhos da federação, criada há 48 anos e que desenvolve projetos voltados à rede socioassistencial com aproximadamente 60 instituições. “Atendemos crianças, adolescentes, pessoas com deficiências, idosos e famílias por meio de serviços de creches, acolhimento, educação especial, reabilitação, reintegração social, orientação a dependentes químicos, e população em situação de rua e de soro positivo para o HIV”, conta Inezita Awada, presidente da Feasa.

Para arrecadar recursos e desenvolver projetos nas entidades federadas, o grupo Unindo Cultura & Solidariedade promove desde 1990 espetáculos teatrais. O sucesso das montagens motiva o grupo a lançar a cada ano uma nova produção, e assim aproximar o público da arte e promover reflexões sociais, culturais e políticas.

Apocalipse em Caruaru
Data: 4 a 7 de outubro
Quinta a sábado, às 20h; domingo às 19h.
Teatro Municipal de Santo André – praça IV Centenário

Data: 17 e 18 de outubro
Quarta e quinta-feira, às 20h.
Clube Atlético Aramaçan – rua São Pedro, 345, Santo André.
Telefone: 4436-7477.

Comentários