Instituto Acqua oferece oficinas de jardinagem nas férias

Programação de férias está recheada: meio-ambiente (Foto: Divulgação)

O Instituto Acqua abre o mês de julho com programação gratuita para crianças e jovens do ABC. As atividades, que começam dia (11/7) no espaço cultural da avenida Lino Jardim, 905, Vila Bastos, em Santo André, têm oficinas de jardinagem, criação de moldes para stop motion e exibição de curtas-metragens com temática socioambiental.

Interessados em garantir vagas devem encaminhar e-mail para (cursos@acqua.org.br), além do nome completo do participante, idade e contato.

 A oficina de abertura, marcada para a próxima quarta-feira, será sobre criação de terrários. Cada participante poderá levar para casa sua própria planta.

As crianças e adolescentes ainda poderão assistir curtas-metragens do Circuito Tela Verde do Ministério do Meio Ambiente. Serão três curtas: Bafo Quente, Estufa e Polar. Todos eles tratam sobre aquecimento global. O Instituto Acqua, há oito anos, mantém selo Sala Verde para exibição de filmes socioambientais. Com vagas limitadas, a oficina acontece das 14h às 17h e será aplicada pelos profissionais Bruno Tonhetti Galasse e Lumi Nathália Yada, da empresa NÓS2.

 Em (18/7), o público infantojuvenil receberá oficina de sementeira e plantio de ervas com os profissionais Marilene Ascenção, Aparecida Damasceno e Alice Hatsue (alunas do curso de jardinagem do Instituto Acqua). A ação será das 13h às 16h. Para completar a programação, dois dias de oficina sobre criação de moldes para stop motion. O instrutor Bruno Tonhetti Galasse, da Casa da Joanna, dará o passo a passo com a concepção de bonecos feitos com massinha de modelagem. O workshop está marcado para 23 e 25 de julho, das 14h às 17h.

Com intuito de integrar crianças e adolescentes a temas ambientais e aproveitar o mês das férias escolares, a iniciativa amplia o olhar para práticas responsáveis, como garante Ronaldo Querodia, diretor-presidente do Instituto Acqua. “Queremos que as crianças e jovens visitem nosso espaço junto aos familiares, conheçam nossas atividades em prol do bem-estar e, claro, tenham cada vez mais consciência de que é preciso despertar interesse pelos temas ambientais”, afirma.

Comentários