Cursos livres nas férias são opções para turbinar o currículo

Senac São Bernardo oferece cursos rápidos de gastronomia e de cabeleireiro, entre outras opções (Foto: Divulgação)

O mercado de trabalho tem sido cada vez mais competitivo. Para sair na frente, candidatos a uma nova vaga de emprego precisam apresentar currículo turbinado e se adaptarem a constantes mudanças. De olho nas férias de julho, o Senac e o Senai, com unidades no ABC, têm cursos livres de duração rápida, como uma semana, e com baixo custo para os interessados em aperfeiçoar os currículos ou buscarem outra fonte de renda. As opções vão de cabeleireiro à gastronomia, alguns gratuitos e outros com preços acessíveis.

Na região, várias instituições de ensino estão com inscrições abertas. Quem quiser apostar nas áreas de beleza, estética, gastronomia, gestão e negócios, saúde, bem-estar e tecnologia da informação pode escolher entre as 30 opções de cursos livres do Senac São Bernardo. As aulas contemplam diversos dias e horários e oferecem vantagens.

“Além de ser investimento financeiro acessível, a modalidade permite o aprendizado na prática”, diz o gerente do Senac São Bernardo, Jurandir Santos. A grade dos cursos leva em conta as tendências do mercado mundial e a demanda dos interessados. “Fazemos estudos frequentes. Todos os nossos cursos dão upgrade para assuntos de tecnologia e inovação”, acrescenta.

O Senai, com unidades em Mauá, Santo André, São Bernardo e Diadema, também é opção com cursos livres. Com inscrições abertas até preenchimento das turmas, os centros oferecem os cursos de Excel, operador de empilhadeira, eletricista, auxiliar administrativo, robótica e operador, entre outros.

Durante o tempo livre, há os que iniciam as aulas por hobby e tornam a atividade em empreendimento e fonte de renda, caso da Rosineide Neves da Silva Miranda, 35 anos, de Santo André, que fez curso de costura no Senai, em 2016, e hoje tem seu próprio ateliê. “Foi para mudar de ramo”, conta.

Dispensada do emprego onde trabalhava há três anos, a costura foi a saída que Rosineide encontrou para manter a casa, e o que era hobby, se tornou trabalho principal. “Tive muita dificuldade para comprar o maquinário e conquistar clientes, mas aos poucos começaram a aparecer”, afirma.

(Foto: Divulgação)

Formação gratuita
Em Santo André, o Fundo Social de Solidariedade forma os estudantes gratuitamente. Com inscrições abertas permanentemente, seis cursos são oferecidos ao público: padaria artesanal, construção civil, artesanato, costura, cabeleireiro e maquiagem.

Até abril, foram formados 188 alunos. A expectativa é que, até agosto, sejam emitidos 350 certificados. Os interessados devem se inscrever de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h, e das 13h às 16h, na sede do Fundo Social (avenida dos Estados, 2,195, bairro Santa Teresinha). As inscrições também podem ser feitas pelo telefone (11) 4996-2673.

Comentários