Juros negativos têm tido sucesso, diz presidente do BCE

10/2017 – O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou nesta quinta-feira que as políticas de juros negativos de bancos centrais em todo o mundo não prejudicaram a lucratividade dos bancos, como muitos críticos sugeriram.

Draghi também reiterou a orientação do BCE de que as compras de ativos devem continuar até que as autoridades possam ver uma melhora sustentável na perspectiva da inflação, e que os juros deverão permanecer nos atuais níveis por “um longo tempo” após o fim do programa de compras.

Em junho de 2014, o BCE levou os juros que paga os bancos para manterem dinheiro com a autoridade monetária para o território negativo, efetivamente cobrando deles pelos recursos com que fica. Os juros foram baixados mais três vezes, para o atual nível de -0,4%.

Críticos da manobra afirmaram que ela era contraprodutiva e que iria causar danos aos lucros dos bancos. Draghi, o entanto, afirmou que a lucratividade do setor na Europa tem crescido e que a previsão é que continue a crescer, em linha com a recuperação econômica do continente.

“Em geral, a política de juros negativos tem tido sucesso”, disse Draghi em discurso no Peterson Institute para Economia Internacional. “Não vimos as distorções que disseram que poderia ocorrer. Não vimos a lucratividade cair, ao contrário, ela está subindo”, disse.

O dirigente acrescentou que a política também não prejudicou os fundos do mercado monetário, outra consequência prevista. Os recursos que vão para tais fundos tem crescido também.

Draghi sinalizou em setembro que o BCE deve anunciar seus planos para o programa de compras provavelmente após sua próxima reunião, em 26 de outubro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários