Oposição prepara novas manifestações para intensificar pressão contra Maduro

A oposição venezuelana prepara uma nova rodada de manifestações para intensificar as pressões contra o presidente Nicolás Maduro e sua iniciativa de reformar a Constituição, anunciou, nesta segunda-feira, o deputado oposicionista Julio Borges.

Mais de sete milhões de eleitores rechaçaram, no domingo, o processo constituinte em uma consulta popular simbólica, organizada pelos opositores, para desafiar o governo e tornar clara a rejeição de parte da população venezuelana à iniciativa do governo Maduro. Após a votação, o presidente da Assembleia Nacional, Julio Borges, disse que a oposição entrou em uma nova fase, que envolve o aprofundamento das ações de rua para conseguir a “pressão necessária” que pararia a Assembleia Nacional Constituinte, cujos membros serão eleitos em duas semanas.

Em entrevista à estação de rádio local Exitos, Borges anunciou que a aliança de oposição também irá intensificar os esforços para alcançar uma maior pressão internacional contra o governo de Nicolás Maduro, que, mesmo após 108 dias de protestos, não cedeu à pressão dos adversários para a convocação de eleições gerais. Fonte: Associated Press.

Comentários