Rosenqvist é punido, Buemi vence em Berlim e amplia liderança na Fórmula E

O suíço Sebastian Buemi foi o vencedor da segunda prova da Fórmula E neste fim de semana em Berlim. Neste domingo, o piloto cruzou a linha de chegada em segundo lugar, mas foi premiado pela punição ao sueco Felix Rosenqvist e, por isso, acabou proclamado ganhador da corrida. O brasileiro Lucas Di Grassi terminou ficou com a terceira colocação.

Com o resultado, Buemi ampliou sua vantagem na liderança do campeonato, agora com 157 pontos, 22 à frente de Di Grassi, segundo colocado. A terceira posição é justamente de Rosenqvist, que somou 21 pontos com a segunda posição deste domingo e chegou a 86.

“Em primeiro lugar, parabéns ao Felix. Eu sinto que ele era quem deveria ser vencedor hoje”, disse Buemi. “Mas estou feliz por termos encontrado um bom ajuste nesta corrida, o carro está muito rápido. Fico muito feliz pelo resultado, apenas tem um gosto um pouco diferente do normal.”

Depois de vencer a prova do sábado, Rosenqvist começou bem novamente neste domingo e ocupava a liderança quando foi para os boxes. Na saída, quase colidiu com seu colega de equipe, Nick Heidfeld. A direção de prova, então, considerou o sueco culpado de uma manobra ilegal para sair do pit stop e, por isso, acrescentou 10 segundos em seu tempo final. Foi o suficiente para ele cair para a segunda posição e Buemi herdar o triunfo.

“Acho que em algumas horas, quando eu olhar para o fim de semana, será muito positivo, para mim e a equipe. Obviamente, o resultado é muito decepcionante, seria muito legal conseguir outra vitória, mas foi um grande fim de semana no geral”, considerou o sueco.

A Fórmula E terá mais duas rodadas duplas antes do fim da temporada. Nos dias 15 e 16 de julho, a categoria terá provas disputadas em Nova York. Já em 29 e 30 de julho, será Montreal que receberá as corridas.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários