Lenín Moreno, candidato da situação, lidera apuração no Equador

 

Foto: Facebook

O candidato da situação à presidência do Equador, Lenín Moreno, liderava a disputa contra o oposicionista Guillermo Lasso na noite deste domingo, (02/4). Com 94% dos votos apurados, Moreno tinha 51,07% da preferência do eleitorado, contra 48,93% de Lasso. A informação foi publicada no site do conselho eleitoral do país. Ainda não há previsão para o anúncio oficial do vencedor.

Com a pequena diferença entre os candidatos, que também foi verificada nas pesquisas de boca de urna, ambos se declararam vencedores do pleito. “Vencemos a eleição”, disse Moreno, que tem 64 anos e foi vice-presidente de Rafael Correa. “Essa revolução vai continuar.” Correa, que vai deixar a presidência após dez anos, afirmou que a vantagem de Moreno na apuração é “irreversível”.

O ex-banqueiro Lasso se disse vitorioso quando as pesquisas de boca de urna foram divulgadas, ao fim da votação, que ocorreu neste domingo. Depois que os resultados oficiais começaram a ser divulgados, ele convocou seus apoiadores para que defendam suas posições. “Não vamos deixar que eles brinquem com a vontade popular”, escreveu o candidato no Twitter. Correligionários de Lasso insinuam que pode ter havido fraude nas eleições.

Comentários