Daniele Hypolito é apresentada como nova atleta de São Bernardo

Após 22 anos defendendo as cores do Flamengo, a ginasta Daniele Hypolito volta ao ABC para defender a camisa do A.D.C. São Bernardo. Ao lado do irmão e também ginasta da equipe são-bernardense, Diego Hypolito, Daniele foi apresentada para os alunos do curso da modalidade nesta segunda-feira (20/03). Segundo o secretário de Esportes, Alex Mognon, a dupla também atuará na área social.

A apresentação aconteceu na Arena Caixa de Ginástica, local que chegou a receber a seleção masculina de ginástica para a preparação do Rio 2016. Cercada das crianças que fazem o curso, Daniele não escondeu que entre os principais motivos para aceitar o convite do município é a proximidade do irmão.

“Sempre fomos muito unidos na competição e ficar mais perto da minha família é essencial. Eu estou aqui para agregar. Quero que vocês (alunos) me perguntem, me digam suas dificuldades, pois eu quero ajudar. É muito difícil encontrar um ginásio como esse para a ginástica, então é muito importante que possamos nos transformar também em uma família”, disse a ginasta que considera que  a arena são-bernardense não deve nada para a estrutura que tinha no Rio de Janeiro ou em Curitiba, onde a seleção feminina treina.

Os irmãos Hypólito estão se recuperando de contusões.

Segundo o prefeito Orlando Morando e o secretário Alex Mognon, a arena passou por pequenas intervenções para receber sua nova atleta. Além disso, a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) vai enviar os equipamentos para os aparelhos utilizados pelas mulheres na modalidade.

“Eu sei que não é fácil ter um ginásio como esse, mas agradeço a Prefeitura pelo que foi feito. Precisamos de locais assim. É muito bom ter a minha irmã perto de mim. Ela não vem para ser uma estrela isolada, mas vem para ser mais uma pessoa que vai ajudar a tantas pessoas”, disse Diego Hypolito.

Além de representarem a cidade em competições estaduais e nacionais, os irmãos Hypolito também vão ajudar na área social. “Eles vão trazer os projetos sociais deles na cidade, ou seja, vão ajudar a cidade em outras áreas e isso será muito importante”, afirmou Alex Mognon que afirmou que nas próximas semanas serão feitas novas apresentações de atletas para o município, principalmente os paraolímpicos.

Legado

Questionado sobre os problemas encontrados em outras arenas do município, o prefeito Orlando Morando (PSDB), afirmou que encontrou problemas na parte interna do Centro de Atletismo Oswaldo Terra e também em outros equipamentos esportivos. “O legado é muito complicado, temos que cuidar melhor das coisas. É muito triste a situação do parque olímpico, por exemplo, que é muito ruim do jeito que está. Temos que cuidar melhor disso”, afirmou.

Comentários