ABC - quinta-feira , 18 de julho de 2024

Demora no atendimento incomoda pacientes no Hospital Albert Sabin

Foto: Janaína Costa
Foto: Janaína Costa

Nesta terça-feira (18), o atendimento no Hospital Municipal de Emergência Albert Sabin, de São Caetano, tem gerado reclamações por parte dos pacientes. Há pessoas passando mal nos corredores, segundo munícipes que esperam há horas no local. A falta de informação sobre os motivos da demora excessiva também é outro ponto criticado pelos moradores.

A jornalista Janaína Costa, 34, foi levar a mãe Maria da Conceição Santos Pereira, 62, ao médico, após ela ter caído da escada no início da tarde. “Chegamos aqui às 16h e até agora (18h30) minha mãe não foi atendida, tem muita gente na frente dela. Sairemos daqui só no final da noite. É uma falta de respeito”, reclama.

Newsletter RD

Ainda segundo Janaína, um dos pacientes está com pressão alta e passa mal sentado no banco há mais de duas horas. “Abandonaram ele aqui. Apesar da ficha dele estar como prioridade, como caso de urgência, ninguém o atende”, diz.

Os funcionários do hospital foram questionados sobre o motivo de tanta demora, mas ninguém sabe explicar a razão do atraso incomum no atendimento. Todas as áreas encontram-se lotadas. No espaço destinado para atendimento com o clínico geral, há mais de 40 pessoas esperando para serem atendidas por apenas dois médicos.

Janaína diz que há pacientes que chegaram às 10h e desistiram de passar na emergência, pois já passava das 17h e ainda não tinham sido atendidos. “O que está acontecendo aqui é um horror. Nunca vi tratamento como esse. Três cadeirantes estão, há cerca de três horas, esperando atendimento”, pontua.

Até o fechamento desta matéria, a Prefeitura não se manifestou sobre o motivo do atraso no atendimento.

Receba notícias do ABC diariamente em seu telefone.
Envie a mensagem “receber” via WhatsApp para o número 11 99927-5496.

Compartilhar nas redes