Chuva leva cidades de SP a decretar emergência

Três cidades do interior de São Paulo decretaram estado de emergência nesta terça-feira, 12, por causa das fortes chuvas que atingem o Estado. No Vale do Ribeira, a prefeitura de Eldorado tomou a decisão depois que o nível do Rio Ribeira de Iguape atingiu 9,3 metros e as águas invadiram a área urbana. Na cidade e na zona rural, 3,6 mil pessoas continuavam ilhadas pela cheia. A prefeitura removeu para escolas 73 famílias cujas casas tinham risco de desabamento.

A prefeitura de Guapiara, no Alto Ribeira, decidiu pela emergência depois de o Rio São José ter alagado a parte baixa da cidade. Pelo menos 20 casas foram interditadas e as famílias tiveram de ir para imóveis de parentes. O abastecimento ficou comprometido. Uma erosão interditou a Rodovia Sebastião Ferraz de Camargo Penteado (SP-250), deixando a cidade isolada. Já a prefeitura de Borá, no oeste paulista, também lançou o decreto depois que as chuvas levaram um trecho de 600 metros da rodovia pavimentada que liga a cidade a Quintana, na mesma região. A prefeitura pedirá ajuda ao Estado.

Já a Rodovia Marechal Rondon, uma das principais do interior, está interditada no km 240, na Serra de Botucatu, onde o asfalto cedeu e parte da pista rodou. A rodovia foi fechada na tarde desta terça pelo alagamento da praça de pedágio, no km 150, em Porto Feliz. Na região de Bauru, uma erosão interditou a Rodovia Manilo Gobi, que liga Paraguaçu Paulista a Assis.

Paraná

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) identificaram até o começo da tarde desta terça 16 pontos de interdições de estradas – federais e estaduais – por causa das fortes chuvas que continuam caindo no interior e no litoral do Paraná.

Ao menos 1,7 mil pessoas foram atingidas pelas chuvas. No interior, em Rolândia, um motorista de ônibus continua desaparecido depois que o coletivo que ele guiava ter sido arrastado por uma correnteza.

Receba diariamente o RD em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para 11 94984-9581 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários