Dorival Júnior deixa São Caetano e acerta com Cruzeiro

Na decisão do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG ganhou do rival Cruzeiro. Mas, na disputa pelo técnico Dorival Júnior, o Cruzeiro levou a melhor sobre o Atlético-MG.

Os dois maiores rivais do futebol mineiro iniciaram a semana sem treinadores. Paulo Autuori deixou o Cruzeiro logo depois do primeiro jogo da final do campeonato estadual, com a derrota por 4 a 0 para o rival. Já Levir Culpi saiu campeão do Atlético, seduzido por uma oferta do futebol japonês.

A diretoria do Cruzeiro, no entanto, foi mais rápida e acertou nesta terça-feira (8) a contratação de Dorival Júnior. O técnico levou o São Caetano ao vice-campeonato paulista, mas não tinha mais compromisso com o clube do ABC, que tentava segurá-lo para a disputa da Série B do Brasileiro.

Dorival Júnior se apresenta nesta quarta-feira ao Cruzeiro, quando irá assinar contrato até dezembro. Sua estréia será já no sábado, contra o Fluminense, no Rio, na abertura do Brasileirão. Mas, antes disso, ele irá avaliar o elenco cruzeirense para comandar a reformulação desejada pela diretoria.

Aos 45 anos, Dorival Júnior tem sua maior chance na carreira de treinador, depois de passagens por clubes como Figueirense, Fortaleza, Criciúma, Juventude, Sport, Avaí e São Caetano. Junto com ele, chegam ao Cruzeiro o auxiliar Ivan Izzo e o preparador físico Celso Rezende.

Com ficou sem Dorival Júnior, a diretoria do Atlético-MG parte agora atrás de Geninho, que deixou o Goiás na segunda-feira, após perder o título goiano para o Atlético-GO. O acordo com o treinador deve ser oficializado nesta quarta.

Geninho já trabalhou no Atlético-MG. Foi em 2002, mas saiu de lá no início do ano seguinte para assumir o comando do Corinthians. Na ocasião, recebeu duras críticas da diretoria do clube mineiro Na época, o então presidente do Conselho Deliberativo atleticano, Alexandre Kalil, acusou o treinador de traidor e o comparou a uma prostituta.

Geninho recebeu uma proposta oficial do Atlético e ficou de dar uma resposta na manhã desta quarta-feira. O presidente do clube, Ziza Valadares, disse que o treinador está disposto a baixar o salário que recebia no Goiás e admitiu ter uma “dívida” com o clube mineiro.

Em entrevista a uma rádio local, Ziza confirmou o contato com Dorival Júnior, mas desdenhou o técnico contratado pelo rival Cruzeiro, a quem considerou como “verde” para o Atlético. “Chegamos a conversar com o Dorival. Depois avaliamos que seria uma aposta em uma pessoa verde. Tomara que ele seja feliz no Cruzeiro. Optamos por não ficar com este técnico. Me parece um bom técnico, mas ainda é verde”, afirmou.

Receba diariamente o RD em seu Whatsapp
Envie um WhatsApp para 11 99927-5496 para receber notícias do ABC diariamente em seu celular.

Comentários