Receba nossa newsletter [fechar]

Preencha os campos abaixo para receber diariamente nossas notícias exclusivas.

Nome:

E-mail:



Santo André adere ao cartão nacional do deficiente e do idoso


sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 16:30 [Nenhum Comentário]
Enviar para um amigo Imprimir


 

Santo André aderiu nesta sexta-feira (18/12) ao Cartão Defis/Idoso (Deficiente/Idoso), que substituirá o sistema de adesivos. O objetivo é garantir vagas especiais demarcadas e que elas sejam respeitadas. Ao todo, 135 vagas foram criadas nas vias da cidade, sendo 76 vagas destinadas aos idosos e 59 deficientes.

Terão direito ao serviço pessoas com deficiência física, visual ou mental com mobilidade reduzida permanente ou temporária e idosos a partir de 60 anos, que morem em Santo André. Para estacionamento nestas vagas, cada município adotava sua própria legislação. Não existia um padrão na regulamentação nacional, o que dificultava, além da fiscalização, a própria utilização do serviço.

A partir de agora o deficiente ou o idoso terá uma credencial com modelo padronizado, com validade em todo o território nacional, e emissão gratuita. O cartão também vale para estabelecimento comerciais, nas vagas com o Símbolo Internacional de Acesso. Estima-se que Santo André tenha cerca de 90 mil pessoas com dificuldades de mobilidade e 70 mil idosos.

?Este cartão é importante porque as pessoas precisam ter mobilidade, coisa que não acontece atualmente. Queremos dar mais espaços para estas pessoas, porque antigamente os deficientes e os idosos ficavam escondidos em casa, mas hoje queremos integrá-los na sociedade?, disse a vice-prefeita Dinah Zekcer.

O vice-presidente da Acide (Associação pela Cidadania da Pessoa com Deficiência), Zeca Del Bueno, comemorou a adesão. ?A oficialização deste cartão vem ao encontro com uma luta dos deficientes. Há muito tempo lutamos para que haja mais vagas demarcadas. A chegada deste cartão vai fazer com que as pessoas respeitem mais estas vagas?, completa.

?Antigamente a regulamentação, o controle era feito por meio de um adesivo. Quem era condutor ou utilizada mais de dois carros, não conseguia o benefício da maneira correta. Agora a regulamentação será mais objetiva, o que vai facilitar também o trabalho dos agentes de trânsito?, destaca o assessor de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência da prefeitura, Alexandre Francisco. A multa para for pego estacionando em uma vaga demarcada é de R$ 53,20 e três pontos.

Os interessados devem ligar para o telefone 0800 0191944 para saber quais os documentos deverão levar (entre eles deve haver um atestado que comprove a dificuldade de locomoção) e onde poderá retirar e entregar o formulário de inscrição.


Fonte: AE


Compartilhe:
 

Comentários 

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro! Faça seu login clicando aqui.

Nome:

E-mail:

Comentário:

Código segurança:

< Voltar

Publicidade